suporte@estradafacil.com.br
(11) 3864-6852
92 Páginas

LIVRO GRATUITO Devoção à Santa Face de Jesus

A origem da devoção à Santa Face de Jesus tem fundamento na Bíblia. Está ligada aos Salmos e à Paixão de Jesus. Nos Salmos, o rosto de Jesus é ressaltado cheio de luz, alegre, confiante, refletindo a divindade.

Autor: Pedro Sisnando Leite

DEVOÇÃO À SANTA FACE DE JESUS

A origem da devoção à Santa Face de Jesus tem fundamento na Bíblia. Está ligada aos Salmos e à Paixão de Jesus. Nos Salmos, o rosto de Jesus é ressaltado cheio de luz, alegre, confiante, refletindo a divindade. A devoção à Sagrada Face, no entanto, encontra-se nos quatro evangelhos que falam da Face de Jesus ensangüentado, do Cristo no Horto das Oliveiras. Depois de coroado de espinhos, é crucificado e morto, colocado no sepulcro. Diz Dom Sebastião Roque Rabelo Mendes (diretor arquidiocesano do Apostolado da Sagrada Face de Belo Horizonte): 'Independente do Santo Sudário e da Verônica, é um culto muito profundo, muito humano, muito divino sobre a Sagrada Face'.

 

Caro Leitor!

O economista Pedro Sisnando Leite trabalha em questões de desenvolvimento econômico há mais de trinta anos. É professor titular de pós-graduação na Universidade Federal do Ceará (aposentado), onde também exerceu a função de pró-reitor de planejamento. Iniciou suas atividades profissionais no Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Banco do Nordeste do Brasil e teve experiência política como secretário de Estado do Governo Tasso Jereissati (1995-2002). 
Atualmente é vice-presidente do Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico, assim como da Academia de Ciências Sociais do Ceará. É membro fundador da Academia Cearense de Ciências

Sobre o Autor

Pedro Sisnando Leite é economista profissional pós-graduado, escritor e conferencista. Como professor titular de Teoria do Desenvolvimento Econômico da Universidade Federal do Ceará, lecionou nos cursos de graduação e mestrado da Faculdade de Ciências Econômicas. Foi professor do Curso de mestrado em Economia Rural do Centro de Ciência Agrárias, dessa Universidade, por dez anos. Ainda na vida acadêmica, foi Pró-Reitor de Planejamento em dois reitorados e pesquisador do CNPq durante vários anos, antes de se aposentar. No banco do Nordeste do Brasil, foi do quadro de economistas e de direção, por mais de duas décadas. Como professor e executivo do BNB, publicou cerca de trinta 

Item has been added to cart. Subtotal $200.